elEconomista.es
Brasil
37.362,92
-1,76%
3,2578
0,00%
47,77
+7,28%
1.294,15
+1,19%

Rebaixamento da Petrobras não deverá contaminar economia, diz secretário

Agência Brasil - 18:14 - 26/02/2015
comentarios
    tagsMás noticias sobre:

    O rebaixamento da Petrobras pela agência de classificação de risco Moody's não deverá contaminar a economia brasileira, disse hoje (26) o secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Saintive. Segundo ele, a análise levou em consideração apenas a situação da estatal, não das demais empresas.

    ''As agências [de classificação de risco] analisam empresa por empresa. Acho que a classificação da Petrobras não contamina as demais empresas'', declarou o secretário.

    O secretário evitou confirmar se a equipe econômica pretende anunciar novas medidas de ajuste fiscal. Ele, no entanto, disse que o governo permanentemente estuda a situação econômica e que informará ao público caso decisões sejam tomadas.

    Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas no país), Saintive informou que a Fazenda trabalha para 2015 com projeções próximas às do mercado financeiro. O secretário porém negou que a equipe econômica trabalhe com números negativos.

    Segundo a última edição do boletim Focus, pesquisa semanal divulgada pelo Banco Central, as instituições financeiras preveem contração de 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano. De acordo com Saintive, as projeções da Fazenda são correlacionadas com as do mercado, mas não negativas.

    Contenido patrocinado
    Otras noticias

    Comentários 0

    Síguenos en twitter
    Síguenos en Facebook

    Más leidas

    eAm
    Colombia
    Mexico
    Chile
    Argentina
    Peru

    Liga Brasileña 2013-14

    População desocupada registra maior alta da série histórica, diz IBGE
    Dólar aproxima-se de R$ 2,89 e volta a fechar no maior nível desde 2004