elEconomista.es
Brasil
Bovespa
57.633,92
+1,09%
USDBRL
2,2210
-0,28%
Crudo WTI
103,13
+0,26%
Oro
1.307,72
-0,30%

Médica cubana inscrita no programa Mais Médicos pede asilo aos EUA

elEconomistaAmerica - 14:56 - 5/02/2014
0 comentarios

    A médica cubana Ramona Matos Rodriguez anunciou que não quer mais fazer parte da equipe do programa do governo Mais Médicos, ao considerar que foi enganada pelo Executivo cubano, o que a levou a pedir asilo nos EUA.

    Justiça condena dois acusados de assassinar jornalista em 2012

    "Fui enganada pelo governo de Cuba. Me fizeram assinar um contrato com um valor e quando vim para o Brasil, falei com outros médicos colombianos e venezuelanos e soube que eles estavam cobrando R$ 10.000 (US$ 4.148)", disse Rodriguez.

    Desde o sábado passado a médica está em Brasília, onde solicitou o visto para aos Estados Unidos. Segundo a Agência Brasil, Rodriguez ficará numa sala do partido Democratas (DEM) da Câmara dos Deputados, até que tenha uma resposta sobre o pedido de asilo político.
    A médica trabalhava no município de Pacajá, no Pará, no norte do Brasil, com um salário de US$ 400 e outros US$ 600 que deveriam ser depositados em uma conta em Cuba, mas descobriu - através da internet - que isso "não estava correto".

    Rodriguez conta que desde que chegou ao Brasil, no fim do ano passado, está sendo vigiada por outros médicos cubanos. "Tinha que dizer tudo, onde ia, não podia ir a qualquer lugar", disse.

    Para sair de Pacajá, a médica contou com a ajuda de um amigo. Depois teria descoberto que que agentes da Polícia Federal a haviam buscado no acampamento onde vivia e que haveriam interceptado suas chamadas telefônicas.
    Sobre isso, o líder do DEM, Menonza Filho, solicitou uma audiência com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para que o governo explique a atuação da Polícia Federal.


    Comentários 0

    Síguenos en twitter
    Síguenos en Facebook

    Más leidas

    eAm
    Colombia
    Mexico
    Chile
    Brasil
    Argentina
    Peru

    Liga Brasileña 2013-14

    Ecoprensa S.A. - Todos los derechos reservados | Política de cookies | Cloud Hosting en Acens

    Foragido desde novembro, ex-diretor do BB <b>Henrique Pizzolato</b> é preso na Itália
    Brasil.- Detienen en Italia al ex director del Banco do Brasil